Porque a “Black Friday” é chamada de Black Friday?

Esse nome é dado às compras que acontecem logo após o THANKSGIVING DAY – Dia de Ação de Graças -.
Originalmente esse nome apareceu porque muitas pessoas saim às compras e causavam muitos acidentes de trânsito e as vezes até mesmo violência. O Departamento de Policia da Philadelphia cunhou a expressão para descrever a confusão envolvendo a multidão de pessoas nas ruas e o tráfego intenso de carros na área central da cidade.
O nome foi gravado pela primeira vez em 1966 por Earl Apfelbaum, um comerciante de selos raros. No seu anúncio ele dizia: “Sexta Feira Negra é o nome que o departamento de policia da Filadélfia deu a sexta feira que segue após o Dia de Ações de Graças. Não é um termo carinhoso para eles” . A Black Friday oficialmente abre a temporada das compras de Natal no centro da cidade. Em geral ocasiona grandes congestionamentos e calçadas super lotadas de pedestres, dado que as lojas do centro ficam abarrotadas de pessoas da hora que abre até a hora que fecha.

Quando a Black Friday se tornou uma expressão positiva

Os comerciantes não gostaram da conotação negativa associada com um dia negro da semana. E eles tinham razão porque a mídia usava esse termo para descrever grandes quedas nas ações das Bolsas de Valores. Por exemplo:
. A queda de 1929 da Bolsa foi chamada de BLACK THURSDAY. Na semana seguinte sem conseguir suportar a queda dos valores das ações, apareceu o BLACK TUESDAY
. A queda na Bolsa de 1987 foi chamada de BLACK MONDAY – nesse dia, o índice Dow Jones da Bolsa de Valores desmoronou mais de 22%.
Como mudar essa imagem negativa?
Os comerciantes seguiram o seguinte princípio: Se não pode derrota-los una-se a eles.
Os contadores costumam usar a palavra BLACK para referir-se ao resultado positivo das empresas e a palavra RED quando a empresa está em situação de prejuízo.
Portanto agora, Black Friday significa o dia em que os comerciantes mais tem lucros. É na verdade a oportunidade que eles tem de cobrir as baixas vendas durante o ano e estimular as vendas até o Natal.

Vejam os números:
. A Black Friday representa entre 30-40% das vendas anuais nos EUA.
. Em 2017, cada consumidor americado gastou em média 900 USD e o gasto de todos os americanos alcançou a cifra de 682.000.000 dólares.
. Em 2017, foram contratados mais de 500.000 trabalhadores temporários para atender a demanda das vendas nesse período.

ONLINE SHOPING
As vendas online na Black Friday tem crescido constantemente, embora acredita-se que as pessoas nunca irão abandonar o hábito de ir até a loja física ( em inglês: Brick and Mortar Stores). Os descontos nas compras online em 2017 chegaram a 24%.

OUTROS TERMOS

1. CYBER MONDAY
É a segunda feira logo após o Dia de Ação de Graças. Iniciou em 2005. Naquela época as pessoas precisavam de computadores do trabalho com internet rápida para poder fazer suas compras. Hoje, qualquer um pode fazer uma compra online usando o seu celular.
Em 2017, o total de vendas chegou a 6.6 bilhões de dólares, um aumento de 16.5% em relação a 2016. Praticamente 75% das compras online são feitas nessa segunda feira.
As compras online tem crescido a taxas anuais de 10%. Acredita-se que em 2020, só as compras online irão faturar em torno de 550 bilhões de dólares. Espera-se um impacto negativo nas vendas em lojas físicas nos próximos anos.

2. GREEN MONDAY
Este nome foi cunhando pela empresa EBAY em 2007. O temo Green vem de “amiga do meio-ambiente”, já que os produtos não são vendidos em lojas físicas que gastam energia, papel, etc.
Ela ocorre na segunda segunda-feira de dezembro. É o último dia que que as pessoas que compram online tem para fazer os pedidos e receber as entregas antes do Natal. Ela também é chamada de CYBER MONDAY 2. Os valores totais das vendas nesse dia ultrapassam a casa do bilhão. Em 2017 foi de 1.6 bilhões de dólares.
Os descontos são bem atrativos, podendo chegar na casa dos 40%, na média.

BLACK FRIDAY NO BRASIL

No Brasil, a primeira Black Friday ocorreu em 2010 e foi praticamente online em torno de 50 lojas se reuniram a passaram a oferecer descontos especiais para as compras nos seus websites.
Os números das vendas também são bem positivos. Em 2016, por exemplo, as cifras chegaram a 2.1 bilhões de reais, um crescimento de 16% em relação ao ano anterior.
Mas , por aqui, é preciso tomar bastante cuidado porque algumas lojas aumentaram o preço dos seus produtos antes da data e daí ofereceram o “desconto”. Por isso, aqui o evento ganhou um apelido nada bacana – BLACK FRAUD. Para evitar dor de cabeça, pesquise cuidadosamente. Existem vários sites que acompanham a evolução dos preços e nos ajudam a encontrar as melhores barganhas.

BOAS COMPRAS!!

Fonte:
https://www.thebalance.com/why-is-it-called-black-friday-3305712

Compartilhe:

Você também poderá gostar:

Deixe seu comentário!